Memória nacional guardada com segurança

Acesso rápido, segurança e conectividade são fundamentais para a integridade e organização de documentos na Era digital, principalmente os que fazem parte da história brasileira. E a Núcleo Básico sabe muito bem disso, pois é a empresa responsável por digitalizar e guardar documentos do Museu Paranaense e do Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro.

Cuidar da história do Brasil é de fundamental importância para mantê-la viva e intacta para as futuras gerações, pois além de ficar guardada, pode ser consultada rapidamente e compartilhada via internet por usuários do mundo todo.

O Museu Paranaense já digitalizou mais de quatro mil documentos com a Núcleo Básico. Cliente desde 2012, começou com os trabalhos de digitalização de todos os seus acervos, documentos do século XVll, XVlll e XlX, e agora está com um novo projeto, que é a digitalização de cerca de 10 mil fotografias.

A historiadora do Museu Paranaense, Tatiana Takatuzi, comenta sobre a qualidade que vem recebendo dos serviços prestados pela Núcleo Básico.

“É um serviço seguro, extremamente competente, com profissionais que têm muita responsabilidade e estão fazendo todo o processo de forma séria.”

Além das entidades públicas, as privadas também já estão utilizando o formato digital para diversas áreas de atuação, como empresas contábeis, advocacias, recursos humanos, entre outras. A maioria delas está atrás de uma solução para diminuir o espaço do arquivo morto e ganhar agilidade na busca das informações armazenadas, para isso, converter qualquer documento de papel para o formato digital tornou-se o melhor negócio.

A analista de Suporte Técnico da Volvo do Brasil, Marise Folmann, conta porque escolheu a Núcleo Básico.

“Procuramos esse tipo de serviço no mercado, e a única que deu a solução naquele momento foi a Núcleo Básico, e isso já faz 13 anos. Temos o controle de qualidade tanto do nosso lado quanto do dela.”

A digitalização dos arquivos torna o documento confiável e com validade jurídica, já que o papel, nos dias atuais, pode ser adulterado e falsificado.

O objetivo da Núcleo Básico é criar mais propostas para atuar com soluções nessa área de gestão da informação, sempre com dinamismo, mantendo a qualidade de atendimento aos clientes, criando novas oportunidades de negócios, mantendo proximidade e mais interação com os clientes e trabalhando com soluções, não mais com um serviço ou produto isoladamente.

No portfólio da organização estão grandes empresas, como: Justiça Federal do Paraná, Companhia Energética do Paraná – Copel, Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina e Rio Grande do Norte, Volvo do Brasil, GVT, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, Marinha do Brasil, Secretaria de Estado da Fazenda de SC e Conselho Regional de Farmácia do Estado do Paraná.

Entre os serviços oferecidos pela Núcleo Básico estão: organização física de documentos, descarte de documentos e tabela de temporalidade, guarda física e digitalização de documentos, conversão de imagens em textos, venda e locação de scanners, venda de softwares de Gestão dos Documentos (GED), serviços de CAD (AutoCAD), vetorização de desenhos de engenharia, digitalização de documentos históricos, captura de imagens por meio de processo fotográfico, microfilmagem eletrônica de documentos, digitalização de desenhos de grande formato e consultoria em gestão documental.